Leia na �ntegra a carta do Movimento Gay encaminhada a Serra e Dilma

BRAS�LIA – A Associa��o Brasileira de Gays, L�sbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) divulgou nesta sexta-feira uma carta aberta endere�ada aos presidenci�veis
Dilma Rousseff (PT) e Jos� Serra (PSDB), pedindo que eles n�o maculem suas biografias nem “neguem seu passado de luta contra o obscurantismo”. O texto elogia medidas
tomadas por Serra e Dilma nas suas passagens pelo governo federal e, no caso do tucano, pela prefeitura e governo de S�o Paulo. Segundo a associa��o, tanto Serra quanto Dilma
contribu�ram para o avan�o na garantia de direitos � popula��o gay.

Leia abaixo a carta na �ntegra:

“Carta aberta da ABGLT �s candidaturas
de Dilma Rousseff e Jos� Serra

Prezada Dilma e Prezado Serra,

A Associa��o Brasileira de Gays, L�sbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABGLT, � uma entidade que congrega 237 organiza��es da sociedade civil em todos Estados do
Brasil. Tem como miss�o a promo��o da cidadania e defesa dos direitos de l�sbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais, contribuindo para a constru��o de uma democracia
sem quaisquer formas de discrimina��o, afirmando a livre orienta��o sexual e identidades de g�nero.

Assim sendo, nos dirigimos a ambas as candidaturas � Presid�ncia da Rep�blica para pedir respeito: respeito � democracia, respeito � cidadania de todos e de todas, respeito �
diversidade sexual, respeito � pluralidade cultural e religiosa.

Respeito aos direitos humanos e, principalmente, respeito � laicidade do Estado, � separa��o entre religi�o e esfera p�blica, e � garantia da divis�o dos Poderes, de tal modo que o
Executivo n�o interfira no Legislativo ou Judici�rio, e vice-versa, conforme estabelece o artigo 2� da Constitui��o Federal: “S�o Poderes da Uni�o, independentes e harm�nicos
entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judici�rio.”

Nos �ltimos dias, temos assistido, perplexos, � instrumentaliza��o de sentimentos religiosos e concep��es moralistas na disputa eleitoral.

N�o � aceit�vel que o preconceito, o machismo e a homofobia sejam estimulados por discursos de alguns grupos fundamentalistas e ganhem espa�o privilegiado em plena
campanha presidencial.

O Estado brasileiro � laico. O avan�o da democracia brasileira � que tem nos permitido pautar, nos �ltimos anos, os direitos civis dos homossexuais e combater a homofobia. Tamb�m tem nos permitido realizar a promo��o da autonomia das mulheres e combater o machismo, entre os demais avan�os alcan�ados. O progresso n�o pode parar.

Por isso, causa extrema preocupa��o constatar a tentativa de utiliza��o da f� de milh�es de brasileiros e brasileiras para influir no resultado das elei��es presidenciais que vivenciamos.

Nos �ltimos dias, ficou clara a inescrupulosa disposi��o de determinados grupos conservadores da sociedade a disseminar o �dio na pol�tica em nome de supostos valores religiosos. N�o podemos aceitar esta tentativa de utiliza��o do medo como orientador de nossos processos pol�ticos. N�o podemos aceitar que nosso processo eleitoral
seja confundido com uma escolha de posicionamentos religiosos de candidatos e eleitores. N�o podemos aceitar que estimulem o �dio entre nosso povo.

O que o movimento LGBT e o movimento de mulheres defendem � apenas e t�o somente o respeito � democracia, aos direitos civis, � autonomia individual. Queremos ter o ireito � igualdade proclamada pela Constitui��o Federal, queremos ter nossos direitos civis, queremos o reconhecimento dos nossos direitos humanos. Nossa pauta passa,
portanto, entre outras quest�es, pelo imediato reconhecimento da uni�o est�vel entre pessoas do mesmo sexo e pela criminaliza��o da discrimina��o e da viol�ncia homof�bica.

Cara Dilma e Caro Serra,

Por favor, voltem a conduzir o debate para o campo das ideias e do confronto program�tico, sem ataques pessoais, sem alimentar intrigas e boatos.

N�s da ABGLT sabemos que o n�cleo das diferen�as entre voc�s (e entre PT e PSDB) n�o est� na defesa dos direitos da popula��o LGBT ou na vis�o de que o aborto � um
problema de sa�de p�blica.

Candidato Serra: o senhor, como ministro da sa�de, implantou uma pol�tica progressista de combate � epidemia do HIV/Aids e normatizou o aborto legal no SUS. Aquele
governo federal que o senhor integrou tamb�m elaborou os Programas Nacionais de Direitos Humanos I e II, que j� contemplavam quest�es dos direitos humanos das pessoas
LGBT. Como prefeito e governador, o senhor criou as Coordenadorias da Diversidade Sexual, esteve na Parada LGBT de S�o Paulo e apoiou diversas iniciativas em favor da
popula��o LGBT.

Candidata Dilma: a senhora ajudou a coordenar o governo que mais fez pela popula��o LGBT, que criou o programa Brasil sem Homofobia, e o Plano Nacional de Promo��o da
Cidadania e Direitos Humanos de LGBT, com diversas a��es. A senhora assinou, junto com o presidente Lula, o decreto de Convoca��o da I Confer�ncia LGBT do mundo. A
senhora j� disse, in�meras vezes, que o aborto � uma quest�o de sa�de p�blica e n�o uma quest�o de pol�cia.

Portanto, candidatos, n�o maculem suas biografias e trajet�rias. N�o neguem seu passado de luta contra o obscurantismo.

A ABGLT acredita na democracia, e num pa�s onde caibam todos seus 190 milh�es de habitantes e n�o apenas a parcela que quer impor suas ideias baseadas numa �nica vis�o de
mundo. Vivemos num pa�s da diversidade e da pluralidade.

� hora de retomar o debate de propostas para pol�ticas de governo e de Estado, que possam contribuir para o avan�o da na��o brasileira, incluindo a seguran�a p�blica, a
educa��o, a sa�de, a cultura, o emprego, a distribui��o de renda, a economia, o acesso a pol�ticas p�blicas para todos e todas!

Elei��es 2010, segundo turno, em 15 de outubro de 2010.

ABGLT – Associa��o Brasileira de L�sbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais ”

Fonte: O Globo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: