Quanto custa salvar a natureza ? (Revista Planeta)

· Uncategorized
Autores

Quanto custa salvar a natureza
Apenas na semana de 12 a 18 de outubro, no auge da crise econômica, os governos dos principais países do mundo despejaram cerca de US$ 4 trilhões no mercado. O que aconteceria se essa quantia fosse destinada ao meio ambiente?

http://www.terra.com.br/revistaplaneta/
Por Eduardo Araia

Quando cientistas listam os efeitos danosos criados pelas mudanças climáticas e se aventuram a especular sobre o que seria necessário para limitá-las a níveis aceitáveis, os governos em geral desconversam sobre o assunto. Afinal, consideram, gastos que chegam facilmente a dezenas, centenas de bilhões de dólares não poderiam ser feitos assim de repente. Além disso, os malefícios do aquecimento global ainda não parecem tão evidentes e, por enquanto, é melhor deixar como está para ver como fica. Mas veio a crise econômica global e, como se observou, os dirigentes mundiais não tiveram (muito) medo de abrir seus cofres para injetar liquidez ao redor do planeta – só numa semana de outubro, uma quantia entre US$ 2 trilhões e US$ 4 trilhões foi destinada para essa finalidade.

O mundo ganhou, assim, um inesperado modelo de comparação: se, para salvar a economia, pode-se gastar tudo isso, por que pouco ou nada se investe para salvar a Terra? Como revelam alguns relatórios recentes, divulgados por órgãos da ONU, entidades beneficentes e empresas privadas, a conta para proteger a natureza, frear as mudanças climáticas e oferecer alimentação, água limpa e saneamento para 1 bilhão de pessoas é bem menor do que todo o dinheiro despejado no mercado. Por outro lado, se a quantia anunciada naquela semana de outubro fosse aplicada na redução das emissões de gases-estufa e na proteção da natureza, calcula-se que o investimento teria um retorno de até cem vezes o seu valor inicial e, além disso, seriam economizados trilhões de dólares a serem gastos mais tarde.

Investir na redução de emissões de gases-estufa traria ótimo retorno e evitaria gastos futuros

Proteger a maior parte de ecossistemas como o litorâneo (esquerda) e a flora e a fauna, como as tartarugas (direita), custaria cerca de US$ 45 bilhões por ano.

Conheça a seguir alguns desses estudos e tire suas conclusões.

Ecossistemas e biodiversidade – De acordo com um estudo preliminar dos custos e benefícios de investir na diversidade da natureza – “The Economics of Ecosystems and Biodiversity” (Teeb) -, encomendado pela Comissão Européia e pelo governo da Alemanha, a maior parte dos rios, mares, florestas e montanhas poderia ser protegida com um investimento anual de aproximadamente US$ 45 bilhões. “Os argumentos econômicos para a proteção da natureza estão começando a entrar no pensamento dominante”, diz Pavan Sukhdev, diretor do Deutsche Bank e líder da equipe de pesquisadores (que devem aprontar uma versão completa do relatório em 2009). Em setembro, o grupo estimou que a perda dos serviços prestados pelas florestas, tais como oferecer água limpa e absorver o dióxido de carbono (CO2), já está custando à economia do planeta algo entre US$ 2 trilhões e US$ 5 trilhões por ano.


Para Jacques Diouf, da FAO, US$ 30 bilhões por ano evitariam o risco de conflitos ligados a alimentos

Outro grande estudo, o “Building Biodiversity Business”, divulgado em março deste ano por economistas da Shell e membros da International Union for Conservation of Nature (IUCN), mostra que preservar os mais importantes ecossistemas mundiais ao longo de 30 anos custaria cerca de US$ 1,3 trilhão. Por essa quantia, perto de 15% das terras e 30% dos oceanos seriam protegidos da exploração ilegal de madeira, pesca predatória e poluição, assim como a maior parte das espécies animais ameaçadas.

Mudança climática – Segundo lorde Nicholas Stern, que liderou o estudo do governo britânico sobre os custos e benefícios das mudanças climáticas, custaria 1% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial num ano – ou seja, US$ 540 bilhões – manter as emissões de gases-estufa num nível que evitasse os piores efeitos do aquecimento global. Mas em sua revisão para a Secretaria do Tesouro, em 2006, ele afirmou que, se os países não agissem, os custos e riscos totais das mudanças climáticas subiriam para trilhões de dólares por ano.

Energia renovável – Mudar dos combustíveis fósseis para fontes de energia limpa só nos Estados Unidos reduziria as emissões mundiais de dióxido de carbono em cerca de 20%, afirma Jeffery Greenblatt, gerente de clima e energia do Google e responsável pelo lançamento, em outubro, do Clean Energy 2030, uma proposta da empresa para reduzir a dependência norte-americana de combustíveis fósseis. Mas não ficaria só nisso, assegura ele: a transformação ajudaria a gerar centenas de milhares de empregos.

O Clean Energy 2030 propõe o gasto de US$ 4,4 trilhões, ao longo de 22 anos, para substituir todo o carvão e o petróleo usados na geração de eletricidade por gás natural e fontes de energia renovável. O plano envolve a geração de 380 gigawatts (GW) de energia eólica, 250 GW de solar e 80 GW de geotérmica. Além disso, propõe uma redução de 33% no consumo de energia, com a adoção de medidas de ecoeficiência, e uma queda de 40% do petróleo consumido pelos carros, o que seria obtido por um acréscimo de vendas de 90% no segmento de veículos híbridos somado a carros convencionais com motores cerca de 50% mais econômicos.

Água e saneamento – A organização beneficente internacional WaterAid estimou em outubro que oferecer água potável e saneamento para os 2,5 bilhões de pessoas no mundo que não contam com esses serviços custaria cerca de US$ 55,7 bilhões (ou 37,5 bilhões de libras esterlinas). A quantia, de acordo com uma porta-voz da instituição, é praticamente igual aos recursos (37 bilhões de libras) que o governo britânico repassou aos bancos Royal Bank of Scotland, HBOS e Lloyds no dia 13 daquele mês.

Fome – No início de 2008, Jacques Diouf, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), afirmou que evitar todas as futuras ameaças de conflitos envolvendo alimentos custaria cerca de US$ 30 bilhões anuais. E perguntou em seguida: “Como podemos explicar às pessoas de bom senso e boa-fé que não é possível encontrar US$ 30 bilhões por ano para permitir que 862 milhões de pessoas famintas desfrutem do mais fundamental dos direitos humanos: o direito à alimentação e, assim, o direito à vida?”

Para Mario Mantovani, diretor de Mobilização da Fundação SOS Mata Atlântica, a crise tem um lado purificador e desnuda muitos discursos artificialmente engajados. “O que vimos recentemente foi, como se diz, o ‘salve-se quem puder, porque o bicho está pegando'”, analisa. “Nada como uma crise para mostrar quem é quem em toda essa história. Como vimos, não houve muitos problemas para arranjar mais dinheiro a fim de manter sistemas financeiros, incentivar o consumo, coisas assim, mas quase ninguém falou sobre meio ambiente em toda essa história. A crise vai mostrar realmente quem tem compromissos reais nessas áreas e quem só faz marketing, greenwash, como se diz em inglês. Nessa travessia, muitos projetos já foram ou vão ser desmascarados, enquanto outros vão ser de fato executados – e estes últimos, imagino, não devem ser muitos.”

Reduzir a poluição atmosférica (direita), preservar matas (abaixo e esquerda) e garantir água (esquerda, alto) são tarefas urgentes – e factíveis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Forró de plástico
  2. Forró
  3. O Forró e o Plástico
  4. Um papo sobre forrós de plástico, cultura e pseudo-intelectuais
  5. Forró de Plástico. Lixo Made in Nordeste
  6. João Gonçalves
  7. Biliu de Campina
  8. Marinês
  9. The Beatles
  10. Luiz Gonzaga
  11. O Maior São João do Mundo
  12. Jabá
  13. 100 Maiores Músicas Brasileiras
  14. Direitos humanos
  15. Declaração Universal dos Direitos Humanos
  16. John Lennon
  17. Cultura de paz
  18. Aung San Suu Kyi
  19. Chico Xavier
  20. Harvey Milk
  21. Mahatma Gandhi
  22. Zilda Arns
  23. Madre Teresa de Calcutá
  24. Chico Mendes
  25. Nelson Mandela
  26. Margarida Maria Alves
  27. Dorothy Stang
  28. Dalai Lama
  29. The U.S. vs. John Lennon
  30. Paz
  31. Nobel da Paz
  32. A música dos valores perdidos – “TEM RAPARIGA AÍ?”
  33. Portal: Campina Grande
  34. Campina Grande
  35. O Maior São João do Mundo
  36. Carnaval
  37. 20° Encontro da Nova Consciência – PROGRAMAÇÃO COMPLETA 2011
  38. Saravá, Dom Pelé! – 19° Encontro da Nova Consciência
  39. Sala de imprensa – 20° Encontro da Nova Consciência (2011)
  40. Como Chegar ao Encontro da Nova Consciência – MAPA DA CIDADE
  41. Festival de Inverno de Campina Grande
  42. SESC Paraíba
  43. Encontro da Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  44. Museu de Luiz Gonzaga
  45. Teatro Municipal Severino Cabral
  46. A Nova Era e a Nova Ordem Mundial – no Fantástico!
  47. Encontro Para a Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  48. História de Campina Grande
  49. O Encontro da Consciência Cristã é mesmo exemplo de uma Consciência Cristã?
  50. Evangélicos em Crise: Escândalos na igreja institucional
  51. Estado laico – por Leonardo Boff
  52. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  53. Qual é a idéia mais perigosa na religião?
  54. “Cuidado com os burros motivados” – Roberto Shinyashiki
  55. Pela Paz no Tibet
  56. O Evangelho Segundo São Dawkins
  57. PARE DE USAR SACOS PLÁSTICOS! Salve a Natureza!
  58. A Ciência e a Fé
  59. Cartografia da saudade
  60. Ciência, fé e credulidade excessiva
  61. Nehemias Marien – Carta de Eglé Marien (vídeo)
  62. O semeador de Idéias – Fritjof Capra
  63. CAMPINA GRANDE NÃO PODE SER UMA NOVA SALEM
  64. ESCOLHENDO O FUTURO (Edmundo Gaudêncio)
  65. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  66. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  67. O que é holístico?
  68. O Cristianismo e a Nova Consciência
  69. CONTATOS e COMO ACHAR O EVENTO
  70. PATROCINE o Encontro da Nova Consciência
  71. Canal de Vídeos – Encontro da Nova Consciência
  72. NOVA CONSCIÊNCIA – CURSOS, VIVÊNCIAS e OFICINAS (2011)
  73. O que é o Encontro da Nova Consciência?
  74. ABUSOS de alguns líderes EVANGÉLICOS – Revista Época
  75. A Lua, O Papa, O Diabo e uma Nova Consciência
  76. Ser Gay é UM DIREITO e não uma opção! – Seja a favor do PLC 122/2006
  77. Lavagem Cerebral – Saiba como funciona e mantenha-se à salvo
  78. Criacionismo X Charles Darwin (Evolução) – Crer é igual a ver?
  79. “EU SOU O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA” – Uma análise das representações sociais que os evangélicos fazem sobre os adeptos da Nova Era.
  80. Freedom From Religion Foundation – pela separação entre a Igreja e o Estado
  81. Anticalvinismo brasileiro: A expansão negativa da Teologia da Prosperidade
  82. O Conflito da Paz: A disputa de Saberes e Poderes no Encontro da Nova Consciencia
  83. DEMONIZAÇÃO E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
  84. Manifesto de uma nova consciência (Blog Consciência Eferverscente)
  85. Severn Suzuki – Eco 92. O discurso que calou o mundo (vídeo)
  86. Dois pensamentos que não creem na existência de Deus
  87. Processos de Reciclagem de plásticos – Reciclar é viver!
  88. John Lennon e a Cultura de Paz
  89. Quanto custa salvar a natureza ? (Revista Planeta)
  90. Fundamentalismo Cristão
  91. Breve diálogo entre o teólogo brasileiro Leonardo Boff e Dalai Lama
  92. O Cristianismo e a Nova Consciência – Marcelo Barros
  93. As Falácias da Reversão Sexual – HOMOFOBIA
  94. A Biblioteca de Alexandria – Carl Sagan
  95. A EDUCAÇÃO HOLÍSTICA PARA A PAZ – Pierre Weil
  96. Serenões: Consciências Superevoluídas
  97. Revista Almanaque Brasil valoriza o Encontro da Nova Consciência
  98. Homofobia – Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; abominação é. (Levítico 18.22)
  99. Nova Iorque recordou John Lennon juntando centenas de pessoas no Central Park
  100. Polêmica – “Não acreditar em Deus é um atalho para a felicidade”
  101. A Terra em Miniatura (The Miniature Earth)
  102. Frei Beto: A Bíblia e os gays – Líder católico defende PLC 122
  103. Professora Amanda Gurgel silencia secretária da Educação e deputados
  104. Brasil sobe nove posições e ultrapassa EUA em ranking global da paz
  105. Pelo fim dos preconceitos no Brasil – Carlos Ayres Britto
  106. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  107. A importância do Estado Laico na garantia dos direitos fundamentais de minorias
  108. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  109. Lista dos Ilustres Palestrantes da Paz – Nova Consciência
  110. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  111. Salve o bloco da nova conciência – Fogo Intolerante
  112. ENTREVISTA COM NEHEMIAS MARIEN: O PASTOR QUE ACEITA O ESPIRITISMO
  113. Encontro da Nova Consciência
%d blogueiros gostam disto: