Dois pensamentos que não creem na existência de Deus

Subtítulo

Citation
, XML
Autores
Veja no vídeo abaixo a palestra do Encontro de Ateus e Agnósticos, que sempre ocorre na programação do Encontro da Nova Consciência:

Por: Wanessa Meira (Repórter do Futuro – Jornal da Paraíba)

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) afirmam que nos primeiros anos desta década, mais de 12 milhões de pessoas diziam-se não-religiosas (sem nenhum tipo de crença) no Brasil. Na Paraíba, o número de pessoas sem religião era de aproximadamente 177 mil. Os números apontam que o grupo formado por não-religiosos só perde em tamanho para o dos adeptos ao cristianismo.

Diante do que vem se tornando a religião para o homem moderno, surgiram dentro da chamada comunidade cética, dois principais grupos com correntes filosóficas, contendo posicionamentos distintos. Embora a maioria das pessoas não saiba, de início, diferenciar o ateísmo e o agnosticismo, as duas correntes exibem óticas opostas, que só podem ser vistas ao se observar mais detalhadamente esses dois pensamentos quanto à existência de um ser superior, criador do universo.

De acordo com o dicionário Aurélio, o ateísmo é uma doutrina que dispensa a ideia ou a intuição da Divindade, quer do ângulo teórico (não recorrendo à divindade para se justificar ou fundamentar), quer do ângulo prático (negando que a existência divina tenha qualquer influência na conduta humana). Surgiu na Grécia Antiga, aproximadamente em 500 a.C., onde o termo significava “sem Deus”, ou “aquele que cortou seus laços com os deuses”. O ateísmo manifestou-se principalmente na Idade Moderna e na Contemporânea, no plano filosófico – com destaque para os pensamentos ceticistas, empíricos e antropocentristas – e  nas perspectivas políticas, econômica e social, com o marxismo.

Já o termo agnosticismo foi criado pelo professor T.H. Huxley em uma reunião da Sociedade Metafísica, em 1876. Ele definiu o agnóstico como alguém que nega tanto o ateísmo como o teísmo, e que acredita que a questão da existência ou não de um poder superior não foi nem nunca será resolvida. O agnóstico crê que as evidências pró e contra Deus não são conclusivas, ficando assim indeciso sobre o assunto.

Marcelo Soares, 25 anos, jornalista, se declara agnóstico desde os 20 anos. “A mente humana é limitada e incapaz de conhecer o mundo sobrenatural, não podemos então nos posicionar diante de tamanha incógnita”, afirmou.
Existe, no entanto, uma opinião por parte dos ateístas sobre os agnósticos. Grande parte acredita que o agnosticismo é uma espécie de “fuga”. Um posicionamento cético, porém que se mantêm “em cima do muro”, por não afirmar nem negar que existam os seres divinos como são apresentados pelas religiões.

O escritor Alfredo Bernacchi, autor de cinco livros voltados para o ateísmo, afirma que agnosticismo é um subterfúgio para não assumir o ateísmo. “Ou se acredita em Deus ou se é ateu. O resto é incerteza, falta de assumir, vergonha, insegurança”, garante Alfredo.

Existem dentro do agnosticismo diversas divisões internas, as principais são o Agnosticismo Teísta e o Agnosticismo Ateísta. A diferença entre si está nos termos associados. O agnóstico teísta parte do pressuposto que existe uma ou mais divindades, embora seja difícil, ou mesmo impossível, provar isso. No entanto, o agnóstico ateísta está mais inclinado a acreditar  na improvável existência de Deus ou deuses.

Numa sociedade religiosa, ateus são discriminados

Quaisquer crenças que possuam divindades bondosas e amorosas têm em suas bases códigos estabelecidos de acordo com a ética, a moral e o respeito para serem cumpridos por seus fiéis. Isso garante a ordem entre os grupos, e para o bom religioso, recompensas do seu deus, em vida e até mesmo após a morte. A força motriz da religião são seus mandamentos e as  bênçãos decorrentes da obediência.

Mas, como respeitar o próximo e ser honesto sem um deus superior para dar o justo pagamento pela fidelidade do seu seguidor?  Este é o questionamento que se faz aos ateístas, e motivo de grande preconceito, por parte da sociedade, com um ateu.

Geralmente ateus são vistos como pessoas que, por não acreditarem em Deus ou não possuírem qualquer doutrina religiosa, estão fadados a imoralidade, a posição de pessoas sem quaisquer lei ou pensamentos tidos como convenientes para a sociedade. Isso acompanha quem se declara ateísta, como uma espécie de estigma, o que faz grande parte omitir seu pensamento cético, e até mesmo se declarar religioso, para ser poupado da discriminação.

O escritor Alfredo Bernacchi explica que “a palavra ateu foi muito pejorada pela campanha religiosa contra os ateus, sendo sinônimo do que não presta. Mas, tanto a palavra quanto o sentimento não têm culpa disso”.  Ainda, segundo Alfredo, a religião aplica um falso moralismo, direcionado à escravidão psicológica. “Um moralismo com o intuito de criar dependência de atitudes e controle das pessoas”, explica.

Para muitos ateus, moral e ética não devem ser praticados apenas pelo medo do castigo divino ou pela repressão religiosa. “A própria lógica de sobrevivência ensina na prática o certo e o errado. Você agride uma pessoa, o que espera dela? Um revide! Se você dá amor a uma pessoa, o que você recebe de volta? Amor, agradecimento, amizade”, ressalta Alfredo.

Outros grupos dentro do pensamento agnóstico são consideráveis:

* Agnosticismo Estrito (também chamado de agnosticismo forte, agnosticismo positivo, agnosticismo convicto ou agnosticismo absoluto) – A ideia de que a compreensão ou conhecimento sobre Deus e o Divino se encontra totalmente fora das possibilidades humanas e que jamais tal será possível. Um Agnóstico Estrito diria “Eu não sei e você também não”.

* Agnosticismo Empírico (Também chamado agnosticismo suave, agnosticismo aberto ou agnosticismo fraco) – A ideia de que a compreensão e conhecimento do Divino não é até ao momento possível, mas que se aparecerem novas evidências e provas sobre o assunto tal é uma possibilidade. Um Agnóstico Empírico diria “Eu não sei. Você sabe?”.

* Agnosticismo Apático – A ideia de que, apesar da impossibilidade de provar a existência ou inexistência de Deus e Divindades, estes a existir não têm qualquer influência negativa ou positiva na vida das pessoas, na Terra ou no Universo em geral. Um Agnóstico Apático diria “Eu não sei, mas também para que é que isso interessa?”.

* Ignosticismo – Embora se questione a compatibilidade deste grupo com o agnosticismo ou ateísmo, há quem o considere como um grupo agnóstico. Este grupo baseia-se na ideia de que é mais importante definir de forma coerente Deus e que a existência ou não de Deus é um mero pormenor secundário sem relevância. Um Ignosta diria “Não sei. O que considera “Deus”?”.

* Agnosticismo Modelar – A ideia de que questões metafísicas e filosóficas não podem ser verificadas nem validadas, mas que um modelo maleável pode ser criado com base no pensamento racional. Esta vertente agnóstica não se dedica à questão da existência ou não de divindades.

Fonte: Jornal da Paraíba Online
http://jornaldaparaiba.globo.com/v2008/gera.php?id=35767&IDNOT=3&rqv=y
http://jornaldaparaiba.globo.com/v2008/gera.php?id=35766&IDNOT=3&rqv=y

Saiba mais em:
http://convictosoualienados.blogspot.com/2009/01/guerra-chata-criacionismo-x-ateismo.html
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ateísmo
http://naturalmente.wordpress.com
www.ateus.net/

  1. Forró de plástico
  2. Forró
  3. O Forró e o Plástico
  4. Um papo sobre forrós de plástico, cultura e pseudo-intelectuais
  5. Forró de Plástico. Lixo Made in Nordeste
  6. João Gonçalves
  7. Biliu de Campina
  8. Marinês
  9. The Beatles
  10. Luiz Gonzaga
  11. O Maior São João do Mundo
  12. Jabá
  13. 100 Maiores Músicas Brasileiras
  14. Direitos humanos
  15. Declaração Universal dos Direitos Humanos
  16. John Lennon
  17. Cultura de paz
  18. Aung San Suu Kyi
  19. Chico Xavier
  20. Harvey Milk
  21. Mahatma Gandhi
  22. Zilda Arns
  23. Madre Teresa de Calcutá
  24. Chico Mendes
  25. Nelson Mandela
  26. Margarida Maria Alves
  27. Dorothy Stang
  28. Dalai Lama
  29. The U.S. vs. John Lennon
  30. Paz
  31. Nobel da Paz
  32. A música dos valores perdidos – “TEM RAPARIGA AÍ?”
  33. Portal: Campina Grande
  34. Campina Grande
  35. O Maior São João do Mundo
  36. Carnaval
  37. 20° Encontro da Nova Consciência – PROGRAMAÇÃO COMPLETA 2011
  38. Saravá, Dom Pelé! – 19° Encontro da Nova Consciência
  39. Sala de imprensa – 20° Encontro da Nova Consciência (2011)
  40. Como Chegar ao Encontro da Nova Consciência – MAPA DA CIDADE
  41. Festival de Inverno de Campina Grande
  42. SESC Paraíba
  43. Encontro da Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  44. Museu de Luiz Gonzaga
  45. Teatro Municipal Severino Cabral
  46. A Nova Era e a Nova Ordem Mundial – no Fantástico!
  47. Encontro Para a Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  48. História de Campina Grande
  49. O Encontro da Consciência Cristã é mesmo exemplo de uma Consciência Cristã?
  50. Evangélicos em Crise: Escândalos na igreja institucional
  51. Estado laico – por Leonardo Boff
  52. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  53. Qual é a idéia mais perigosa na religião?
  54. “Cuidado com os burros motivados” – Roberto Shinyashiki
  55. Pela Paz no Tibet
  56. O Evangelho Segundo São Dawkins
  57. PARE DE USAR SACOS PLÁSTICOS! Salve a Natureza!
  58. A Ciência e a Fé
  59. Cartografia da saudade
  60. Ciência, fé e credulidade excessiva
  61. Nehemias Marien – Carta de Eglé Marien (vídeo)
  62. O semeador de Idéias – Fritjof Capra
  63. CAMPINA GRANDE NÃO PODE SER UMA NOVA SALEM
  64. ESCOLHENDO O FUTURO (Edmundo Gaudêncio)
  65. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  66. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  67. O que é holístico?
  68. O Cristianismo e a Nova Consciência
  69. CONTATOS e COMO ACHAR O EVENTO
  70. PATROCINE o Encontro da Nova Consciência
  71. Canal de Vídeos – Encontro da Nova Consciência
  72. NOVA CONSCIÊNCIA – CURSOS, VIVÊNCIAS e OFICINAS (2011)
  73. O que é o Encontro da Nova Consciência?
  74. ABUSOS de alguns líderes EVANGÉLICOS – Revista Época
  75. A Lua, O Papa, O Diabo e uma Nova Consciência
  76. Ser Gay é UM DIREITO e não uma opção! – Seja a favor do PLC 122/2006
  77. Lavagem Cerebral – Saiba como funciona e mantenha-se à salvo
  78. Criacionismo X Charles Darwin (Evolução) – Crer é igual a ver?
  79. “EU SOU O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA” – Uma análise das representações sociais que os evangélicos fazem sobre os adeptos da Nova Era.
  80. Freedom From Religion Foundation – pela separação entre a Igreja e o Estado
  81. Anticalvinismo brasileiro: A expansão negativa da Teologia da Prosperidade
  82. O Conflito da Paz: A disputa de Saberes e Poderes no Encontro da Nova Consciencia
  83. DEMONIZAÇÃO E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
  84. Manifesto de uma nova consciência (Blog Consciência Eferverscente)
  85. Severn Suzuki – Eco 92. O discurso que calou o mundo (vídeo)
  86. Dois pensamentos que não creem na existência de Deus
  87. Processos de Reciclagem de plásticos – Reciclar é viver!
  88. John Lennon e a Cultura de Paz
  89. Quanto custa salvar a natureza ? (Revista Planeta)
  90. Fundamentalismo Cristão
  91. Breve diálogo entre o teólogo brasileiro Leonardo Boff e Dalai Lama
  92. O Cristianismo e a Nova Consciência – Marcelo Barros
  93. As Falácias da Reversão Sexual – HOMOFOBIA
  94. A Biblioteca de Alexandria – Carl Sagan
  95. A EDUCAÇÃO HOLÍSTICA PARA A PAZ – Pierre Weil
  96. Serenões: Consciências Superevoluídas
  97. Revista Almanaque Brasil valoriza o Encontro da Nova Consciência
  98. Homofobia – Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; abominação é. (Levítico 18.22)
  99. Nova Iorque recordou John Lennon juntando centenas de pessoas no Central Park
  100. Polêmica – “Não acreditar em Deus é um atalho para a felicidade”
  101. A Terra em Miniatura (The Miniature Earth)
  102. Frei Beto: A Bíblia e os gays – Líder católico defende PLC 122
  103. Professora Amanda Gurgel silencia secretária da Educação e deputados
  104. Brasil sobe nove posições e ultrapassa EUA em ranking global da paz
  105. Pelo fim dos preconceitos no Brasil – Carlos Ayres Britto
  106. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  107. A importância do Estado Laico na garantia dos direitos fundamentais de minorias
  108. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  109. Lista dos Ilustres Palestrantes da Paz – Nova Consciência
  110. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  111. Salve o bloco da nova conciência – Fogo Intolerante
  112. ENTREVISTA COM NEHEMIAS MARIEN: O PASTOR QUE ACEITA O ESPIRITISMO
  113. Encontro da Nova Consciência