Forró de Plástico. Lixo Made in Nordeste

Citation
, XML
Autores

Abstract

Criticando
HomeSobreContato – http://www.via6.com/topico/88563/forro-de-plastico-lixo-made-in-nordeste
Julho 24th, 2007

Postado por Kleber Cordeiro em Música

forro-de-plastico.jpghttps://i2.wp.com/4.bp.blogspot.com/_WY3qKeZY6L0/SG55IuPhvRI/AAAAAAAAD7Y/PcbXeu8kuB4/s400/forro+beber+cair+levantar.jpg

Saia Rodada, Aviões do Forró, Cavaleiros do Forró… Provavelmente você já deve ter ouvido falar dessas bandas ou ter tido o desprazer de, além de ter ouvido falar nelas, ter ouvido suas músicas.

Estes são alguns nomes do estilo Oxente Music ou Forró de Plástico que mistura guitarras e teclados ao som da sanfona e tocam forró. Ao menos eles e seus fãs acham que aquilo é forró.

Letras pobres, sem significado algum nas quais não podem faltar termos como rapariga, cabaré ou cachaça como, por exemplo, esta:

É hoje que eu chego em casa liso
Eu vou sair com os meus amigos pra raparigar
É hoje que a vaca vai pro brejo
Vou gastar tudo que tenho na mesa de um bar
É hoje que eu pego uma fuleira
Boto em cima da mesa e mando ela dançar

Outras fazem lembrar bandas baianas que poluíram o cenário musical nacional na década de noventa com o Axé Music, a exemplo de É o Tchan. São letras recomendando coreografias sexualmente apelativas como a Dança da Minhoca (é esse mesmo o nome):

É muita loucura,
É muita sedução.
A dança da minhoca
Dispara o coração
Remexe a Cintura
Balança o popozão
É só virar pra cima
E colocar as mãos pro chão

Há quem goste e isso deve ser respeitado. Os problemas são os seguintes: primeiro que isso não é forró. Em nada se assemelha ao que o grande Lula nos deixou, à música que retrata o cotidiano do povo sertanejo, com letras bonitas, engraçadas, agradáveis e melodias enfeitiçadoras; onde até com “sanfona velha do fole furado” se faz um “forró numero 1“. Segundo que não está sobrando espaço para as que tocam forró de verdade manter a qualidade e a originalidade.

Nomes como Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Sivuca ou Geraldo Azevedo estão tendo que dividir sua mesma categoria musical com estas bandas que não arrumaram classificação mais adequada para sua música.

O mais vergonhoso de tudo isso é que todas esses grupos nascem e se projetam no nordeste, onde deveria ser a escola do bom forró pela quantidade de mestres que se tem. Os jovens nordestinos tomam como hino essas musicas enquanto desconhecem completamente músicas dos grandes nomes da região.

Espero que o resto do país não seja tomado por osmose pelo forró de plástico. E que se isso for inevitável que não tomem este estilo como forró.

Gostaria também que o nordeste abrisse mais espaço para o forró universitário de bandas de estados da região sudeste como Forróçacana, que realmente resgatam e tocam o bom forró de verdade, o forró pé-de-serra.

O candeeiro pode apagar, o sanfoneiro pode cochilar, mas a sanfona não vai parar – o forró vai continuar. Um gênero tão forte não pode ser confundido com algo tão sem espírito e qualidade. Portanto, viva ao Forró.

Comentários para ‘ Forró de Plástico. Lixo made in Nordeste. ‘

Assine os comentários por RSS ou TrackBack para ‘ Forró de Plástico. Lixo made in Nordeste. ‘.

  1. Gabriel disse,

    em Julho 24th, 2007 as 4:01 pm

    Bom artigo; o qual retrata a verdadeira situação do nosso “forrozim” e que cada vez mais, os jovens brasileiros e, principalmente nordestinos, esquecem a sua tradição musical, iniciada pelos grandes nomes do passado como foi relatado neste artigo….
    Vamos abrir nossas mentes e “filtrar” o que realmente queremos ouvir…..
    Será que nos queremos ouvir músicas que denigrem a honra da mulher, que nos “ensinem” a termos uma vida boêmia, etc etc etc?
    Viva ao Forró, ao forró de verdade…..

  2. Monique disse,

    em Julho 24th, 2007 as 4:05 pm

    Kleber, parabéns pelo blog. Adorei o artigo! (espero que seja o 1º de vários!!!)

    Concordo com você em gênero, número, grau e ‘consciência musical’! O Nordeste está perdendo a essência da nossa música regional; pior, está mandando “pro brejo” um legado deixado pelos mestres acima citados!
    Mas são artigos como esse que fazem a diferença, tenha certeza!

    Parabéns novamente!!!

  3. Simone disse,

    em Julho 24th, 2007 as 8:48 pm

    Olá, Kléber!!
    Ótima colocação! Concordo plenamente contigo. É, de fato, uma pena equiparar tal estilo a um ritmo de raízes tão fortes como o forró.
    Associar as letras cheias de palavrões e descrições absurdas, além das melodias sem estética, à imagem do Nordeste é realmente uma lástima. Mais do que tudo, precisamos de pessoas com opiniões fortes e bem colocadas como a tua, na tentativa de, ao menos, desvincular este som da terminologia ‘forró’ e, claro, resgatar o autêntico forró, o verdadeiro “pé-de-serra”, este sim, é a nossa cara!

    Abraços.

  4. em Julho 25th, 2007 as 11:37 pm

    Gente, achei um nome de peso que defende algo bem parecido. Por acaso achei uma notícia onde Alceu Valença critica o “Oxente Music”:

    Alceu Valença critica oxente music.

    “O compositor pernambucano Alceu Valença, que está de malas prontas para uma turnê pela Europa, afirmou estar frustrado com a atual fase do forró brasileiro, segundo ele impregnada de bandas de péssima qualidade. ‘Eles usam a marca forró para ganhar dinheiro, mas o que fazem não tem nada a ver com o verdadeiro forró de Jackson do Pandeiro e Gonzagão. Seria melhor que eles usassem o nome totó, iria combinar melhor’, provocou o músico. Para Alceu, apenas a classe média do eixo Rio-São Paulo tem acesso ao forró autêntico. ‘É uma pena que essa nossa mídia otária empurre dezenas de bandas de qualidade duvidosa para o povão’, ataca. Logo após a turnê pela Europa, Alceu entra em estúdio para gravar mais um disco solo e também o terceiro CD do projeto Grande Encontro (com Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Zé Ramalho), do qual havia se afastado.”

  5. zema ribeiro disse,

    em Julho 26th, 2007 as 10:44 pm

    kleber, seu texto concorda com o que escrevi (e com o que zé teles escreveu) sobre este forró de plástico: achamos que isso não é forró, mas seus fãs (do forró de plástico) têm certeza que é. há uma “zanfona” grafada aí, creio que um erro de digitação. outro problema: eu não citaria geraldo azevedo como forrozeiro: embora fizesse tempo que ele não lançava nada novo (há um disco, agora, na praça), o rótulo acaba por diminuí-lo (bem como, talvez, aos outros citados), mas, enfim, entendi o que você quis dizer. obrigado pela visita. grande abraço!

  6. Deoclecio disse,

    em Julho 29th, 2007 as 8:53 pm

    Nasci e me criei no interior do nordeste e não lembro em tempo algum de ter visto ou ouvido um lixo musical do teor tão daninho quanto este que está ai; e querem achar que é forró. Isso é lixo toxico com alto poder de contaminação elaborado por mentes obscuras que vão criando modismos e destruindo valores que a tão duras penas foram construidos pela humanidade e que agora se invertem jogando na lama da cultura e até da moral boa parte de nossa juventude…
    Ô Kleber você ta certo meu amigo.

  7. Linux disse,

    em Agosto 2nd, 2007 as 12:05 pm

    Forró de hoje é uma porcaria…sem sentido, pobres…mais isso faz sucesso porque á maioria do povo brasileiro gosta…que decadência, a musica hoje tá realmente um lixo e a cabeça do povo parece mais um vaso sanitario cheio de eca e cada vez vai enchendo mais…uma hora a cabeça do povo vai explodir e vai voar essa merd…toda.

  8. fabio disse,

    em Agosto 16th, 2007 as 1:56 am

    concordo com que vc escreveu . fico me perguntando com e que queremos que o nosso brasil desenvolva e as pessoas sejam mais cultas para melhorar este BRASIL se ficamos ouvindo um monte de lixo e tambem pornografico com este forro de plastico as autoridades tem que tomarem providencias de impedir que estas musicas tenham acesso as radios, chega de porcaria.

  9. Thiago disse,

    em Agosto 21st, 2007 as 11:55 pm

    Realmente bastante consistente o texto, infelizmente hj não só o dito “forró eletrônico” mas boa parte dos ritmos musicais são guiados para a massa e o principal objetivo é o R$$$$$$$$.

  10. FABIO disse,

    em Dezembro 3rd, 2007 as 11:07 pm

    A CADA DIA QUE PASSA SINTO NOJO DESTE FORRO DE PLASTICO, ESTAS BANDAS SEM A MINIMA qualidade e cantores com voz fanhosa e sem tecnica para cantar ,como e que uma pessoa deixa de ouvir cantores de talento com ,chico buarque ,caetano veloso ,milton nascimento etc……. par ouvir umas pragas destas so pode ser lavagem cerebral , meu povo acorde nao deixa esta cambada de empressario que tem lucro facil com estAS BANDAS DE FORRO DE PLASTICO .ESTAO USANDO VOCES IMPEDINDO DE VC TEREM UM GOSTO MUSICAL APURADO ,LUTEM SEJAM VOCES FUJA DESTA PRAGA. NAO QUERO SER NENHUM MISSIONARIO MAS NAO VOU ACEITAR QUE UM BANDO DE VAGABUNDOS USEM AS PESSOAS COM ESTAS MUSICAS PORNOGRAFICAS COM AVAL DE PESSOAS DE EMISSORAS DE RADIO S E TELAVISAO .

  11. Jaime Andrés disse,

    em Dezembro 14th, 2007 as 11:18 am

    Oi a tudos:
    Eu soy du Chile, eu estuve em Brazil em muitas oportunidades eu nao sabia tudo isso, so pensei que em Brazil gostaba muito nessa musica, mais em Chile estuvo pegando muita onda el Axe, foi durante 2000-2006 agora esta de moda el reggaeton que tambien tene muito contenido sexual, neste ritmo e de caribe, em Chile no tudo mondo sabe interpretas as letras de forró, pero e muito certo su alto contenido sexual, mais como lapada en la rachada o seu vicinho que quer comer meu cu e muitas mais, meu pais e muito conservador mais bandas como axe bahía e porto seguro pegaron muita onda por nestas terras.
    Saludos au povo brasileiro, os quiero muito, son muito legais

  1. Forró de plástico
  2. Forró
  3. O Forró e o Plástico
  4. Um papo sobre forrós de plástico, cultura e pseudo-intelectuais
  5. Forró de Plástico. Lixo Made in Nordeste
  6. João Gonçalves
  7. Biliu de Campina
  8. Marinês
  9. The Beatles
  10. Luiz Gonzaga
  11. O Maior São João do Mundo
  12. Jabá
  13. 100 Maiores Músicas Brasileiras
  14. Direitos humanos
  15. Declaração Universal dos Direitos Humanos
  16. John Lennon
  17. Cultura de paz
  18. Aung San Suu Kyi
  19. Chico Xavier
  20. Harvey Milk
  21. Mahatma Gandhi
  22. Zilda Arns
  23. Madre Teresa de Calcutá
  24. Chico Mendes
  25. Nelson Mandela
  26. Margarida Maria Alves
  27. Dorothy Stang
  28. Dalai Lama
  29. The U.S. vs. John Lennon
  30. Paz
  31. Nobel da Paz
  32. A música dos valores perdidos – “TEM RAPARIGA AÍ?”
  33. Portal: Campina Grande
  34. Campina Grande
  35. O Maior São João do Mundo
  36. Carnaval
  37. 20° Encontro da Nova Consciência – PROGRAMAÇÃO COMPLETA 2011
  38. Saravá, Dom Pelé! – 19° Encontro da Nova Consciência
  39. Sala de imprensa – 20° Encontro da Nova Consciência (2011)
  40. Como Chegar ao Encontro da Nova Consciência – MAPA DA CIDADE
  41. Festival de Inverno de Campina Grande
  42. SESC Paraíba
  43. Encontro da Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  44. Museu de Luiz Gonzaga
  45. Teatro Municipal Severino Cabral
  46. A Nova Era e a Nova Ordem Mundial – no Fantástico!
  47. Encontro Para a Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  48. História de Campina Grande
  49. O Encontro da Consciência Cristã é mesmo exemplo de uma Consciência Cristã?
  50. Evangélicos em Crise: Escândalos na igreja institucional
  51. Estado laico – por Leonardo Boff
  52. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  53. Qual é a idéia mais perigosa na religião?
  54. “Cuidado com os burros motivados” – Roberto Shinyashiki
  55. Pela Paz no Tibet
  56. O Evangelho Segundo São Dawkins
  57. PARE DE USAR SACOS PLÁSTICOS! Salve a Natureza!
  58. A Ciência e a Fé
  59. Cartografia da saudade
  60. Ciência, fé e credulidade excessiva
  61. Nehemias Marien – Carta de Eglé Marien (vídeo)
  62. O semeador de Idéias – Fritjof Capra
  63. CAMPINA GRANDE NÃO PODE SER UMA NOVA SALEM
  64. ESCOLHENDO O FUTURO (Edmundo Gaudêncio)
  65. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  66. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  67. O que é holístico?
  68. O Cristianismo e a Nova Consciência
  69. CONTATOS e COMO ACHAR O EVENTO
  70. PATROCINE o Encontro da Nova Consciência
  71. Canal de Vídeos – Encontro da Nova Consciência
  72. NOVA CONSCIÊNCIA – CURSOS, VIVÊNCIAS e OFICINAS (2011)
  73. O que é o Encontro da Nova Consciência?
  74. ABUSOS de alguns líderes EVANGÉLICOS – Revista Época
  75. A Lua, O Papa, O Diabo e uma Nova Consciência
  76. Ser Gay é UM DIREITO e não uma opção! – Seja a favor do PLC 122/2006
  77. Lavagem Cerebral – Saiba como funciona e mantenha-se à salvo
  78. Criacionismo X Charles Darwin (Evolução) – Crer é igual a ver?
  79. “EU SOU O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA” – Uma análise das representações sociais que os evangélicos fazem sobre os adeptos da Nova Era.
  80. Freedom From Religion Foundation – pela separação entre a Igreja e o Estado
  81. Anticalvinismo brasileiro: A expansão negativa da Teologia da Prosperidade
  82. O Conflito da Paz: A disputa de Saberes e Poderes no Encontro da Nova Consciencia
  83. DEMONIZAÇÃO E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
  84. Manifesto de uma nova consciência (Blog Consciência Eferverscente)
  85. Severn Suzuki – Eco 92. O discurso que calou o mundo (vídeo)
  86. Dois pensamentos que não creem na existência de Deus
  87. Processos de Reciclagem de plásticos – Reciclar é viver!
  88. John Lennon e a Cultura de Paz
  89. Quanto custa salvar a natureza ? (Revista Planeta)
  90. Fundamentalismo Cristão
  91. Breve diálogo entre o teólogo brasileiro Leonardo Boff e Dalai Lama
  92. O Cristianismo e a Nova Consciência – Marcelo Barros
  93. As Falácias da Reversão Sexual – HOMOFOBIA
  94. A Biblioteca de Alexandria – Carl Sagan
  95. A EDUCAÇÃO HOLÍSTICA PARA A PAZ – Pierre Weil
  96. Serenões: Consciências Superevoluídas
  97. Revista Almanaque Brasil valoriza o Encontro da Nova Consciência
  98. Homofobia – Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; abominação é. (Levítico 18.22)
  99. Nova Iorque recordou John Lennon juntando centenas de pessoas no Central Park
  100. Polêmica – “Não acreditar em Deus é um atalho para a felicidade”
  101. A Terra em Miniatura (The Miniature Earth)
  102. Frei Beto: A Bíblia e os gays – Líder católico defende PLC 122
  103. Professora Amanda Gurgel silencia secretária da Educação e deputados
  104. Brasil sobe nove posições e ultrapassa EUA em ranking global da paz
  105. Pelo fim dos preconceitos no Brasil – Carlos Ayres Britto
  106. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  107. A importância do Estado Laico na garantia dos direitos fundamentais de minorias
  108. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  109. Lista dos Ilustres Palestrantes da Paz – Nova Consciência
  110. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  111. Salve o bloco da nova conciência – Fogo Intolerante
  112. ENTREVISTA COM NEHEMIAS MARIEN: O PASTOR QUE ACEITA O ESPIRITISMO
  113. Encontro da Nova Consciência