O Maior São João do Mundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Citation
, XML
Autores
O Maior São João do Mundo

Piramide do Parque do Povo no São João de Campina.

Período de a(c)tividade 1983, 1984, 1985, 1986, 1987, 1988, 1989, 1990, 1991, 1992, 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2011
Fundador(es) Prefeitura de Campina Grande
Local(is) Brasil Campina Grande, PB, Brasil
Data(s) 3 de Junho a 3 de Julho
Página oficial O Maior São João do Mundo – Site Oficial


O Maior São João do Mundo é um evento anual realizado pela Prefeitura de Campina Grande, Paraíba (Brasil) durante o mês de junho. Trata-se de uma festa junina, ou seja, comemora o dia de São João através de shows, danças e quadrilhas.

Índice


Historia

Antes do São João

Antes do evento ser criado,ja,se dançava forró e se comemorava o São João em Campina Grande. As festas de São João, Santo Antônio e São Pedro eram comemoradas com animação entre familiares e amigos convidados para as festas particulares, em volta de grandes fogueiras. Havia dança de forró em sítios, granjas e fazendas. Outros lugares onde se costumava festejar esses dias eram no Aero-club de Campina Grande, no Clube dos Caçadores e na Juventude Franciscana, que funcionava no auditório do Convento São Francisco. Além destes, o forró pé-de-serra era dançado nos clubes Paulistano, Ipiranga, Flamengo e Forró de Alcatrão.

Mesmo nessa época, artistas famosos vinham prestigiar a cidade com suas apresentações: Jackson do Pandeiro, Genival Lacerda, Marinês e Sua Gente, Abdias do Fole de Oito Baixos, Conjunto Zé Lagoa, Antônio Barros e Ceceu, Elino Julião, João Gonçalves, Zé e Manoel Calixto. Nos bairros de Campina, havia organizações de quadrilhas em várias ruas, em participação massiva da comunidade. Alguns patrocinantes era o Café São Braz e o Café Aurora, que davam as bandeirolas e o som.

O prefeito da época, Ronaldo Cunha Lima, vendo a potencialidade das festividades juninas na cidade, resolveu concentrar as festas no centro da cidade, aumentando a participação do povo campinense. Nasce, assim, O Maior São João do Mundo.

Primeira Edição

Desde a sua primeira edição, o evento é realizado no Parque do Povo.

Para a construção do Parque do Povo houve duas etapas. Primeiramente, uma palhoça com piso feito com cimento queimado foi construída. Palhas de coqueiros foram usadas para cobrir a palhoça e ornamentação da área, que era conhecida como Coqueiros de Zé Rodrigues.

Um “Mutirão” foi organizado para fazer o São João naquela área. Nomes de algumas pessoas que estavam entre os que participaram na pregação de palhas de coqueiros e de bandeirolas: Glória Cunha Lima, Tarcizo Telino, Geraldo Nogueira, Waldo Tomé, Eraldo César, Maud Brasil, Newton Figueiredo , Cleida Gomes, Milton Soares, Margarida Mota, Edvan Pereira Leite, Jeremias Jerônimo, Antônio de Carvalho, Gleryston Lucena, José Marques, Glauce, Savigny Cunha Lima, Osmundo Rocha, Cristina Chaves, Sônia Marques, Cacilda Arruda, Lourdinha Nascimento, Lenira (coordenadora das quadrilhas) e Guia Carvalho. Cássio Cunha Lima (que foi eleito governador da Paraíba em 2002) também fez parte do mutirão.

Tendo a organização sido feita de última hora, os integrantes do mutirão estavam a pregar bandeirolas e a esperar o cimento secar poucas horas antes do início do evento.

Depois disso, foi sucesso absoluto. Das mil camisas que mandaram fabricar para venda no primeiro São João, tiveram que completar 12 mil, pois os pedidos eram muitos. Esse número foi crescendo nos outros anos, tendo aumentado para 25 mil e 30 mil nos próximos 2 anos.

Tendo o prefeito Ronaldo Cunha Lima visto o sucesso atingido, fez toda a área do futuro Parque do Povo ser urbanizada e a Pirâmide do Parque do Povo ser construída. Além disso, também por conta do sucesso do evento, as casas de show Spazzio, Forrock, Vilá Forró, Vale do Jatobá, dentre outras, foram construídas em Campina.

Com o tempo, todas as atrações, barracas e tudo que se encontra no São João de Campina foram aparecendo: comidas típicas, artesanatos, os palcos, quadrilhas, ilhas de forró, cenários, casamento coletivo, trem do forró, etc.

Essa iniciativa de promover o São João de Campina Grande, tomada pelo poeta-prefeito Ronaldo Cunha Lima e sua equipe de governo, repercutiu além da região polarizada pelo município, projetando a cidade no calendário do turismo de eventos do País e levando a EMBRATUR a inserir e consagrar a marca ” MAIOR SÃO JOÃO DO MUNDO” entre os principais festejos populares brasileiros.

Edição Especial, Copa do Mundo 2006

Piramide do Parque do Povo na edição especial de 2006.

Em 2006, por iniciativa do prefeito Veneziano Vital do Rêgo, o layout d’O Maior São João do Mundo foi alterado para O Maior São João é Campeão do Mundo, a fim de oferecer mais espaço e organização para o evento. O novo layout e a programação da festa junina para 2006 foram apresentados no Centro Cultural Lourdes Ramalho no dia 16 de maio de 2006.

Na nova apresentação do São João no Parque do Povo está totalmente enfeitado com as cores do Brasil, as “ruas” entre as barracas estão mais largas do que nos anos anteriores. Além disso, cada rua e beco ganhou um nome, tornando fácil a identificação de um local específico no meio de tantas barracas, além de deixar o aspecto do ambiente mais amigável. Alguns nomes de ruas foram escolhidos para fazer homenagem aos nomes de ruas da Campina Grande antiga, como a Rua da Matriz, hoje Avenida Floriado Peixoto (onde fica a antiga matriz, a Catedral de Campina Grande) e a Rua Grande, hoje Rua Maciel Pinheiro, onde moravam os mais ricos no início do Século XIX e que hoje é uma rua importante para o comércio. Com o novo layout, as barracas estão uniformizadas, com telhados idênticos, mas com aparência própria.

Outra modificação para o São João de 2006 foi um destaque maior para a Pirâmide. Ela recebeu uma pintura nova das cores da bandeira do Brasil. Antes de 2006 ela era utilizada como palco de forró de maneira semelhante às ilhas de forró espalhadas pelo Parque do Povo, a partir dessa edição, a pirâmide recebeu as apresentações de quadrilhas, que antes acontecia em um palco no começo do Parque do Povo.

A réplica da catedral foi movida para uma área anterior, desocupando a “praça” do parque, que antes ficava escondida por conta da igreja.

Edição Atual

Em 2010 O Maior São João do Mundo foi organizado durante 31 dias, de 4 de Junho a 4 de Julho. A grande novidade do ano foi a realização da festa em 2 espaços simultaneamente, além do Parque do Povo o evento ocorreu também no Parque Evaldo Cruz que fica ao lado do Parque do Povo, fazendo com que assim, a festa ocorra num espaço de aproximadamente 80.000 metros quadrados.

Programação

Clique no link abaixo para buscar a programação atual do evento. Todos os shows podem ser assistidos ao vivo no site oficial do São João de Campina Grande:

PROGRAMAÇÃO SÃO JOÃO DE CAMPINA GRANDE

Notas

  • A programação do Maior São João do Mundo está sujeita a alterações.
  • Caso o Brasil fosse campeão da Copa do Mundo 2010, o evento teria mais 7 dias de duração, indo assim até o dia 11 de Julho de 2010 e tendo uma duração de 38 dias, o que não ocorreu devido a eliminação do Brasil nas quartas-de-finais.

O Evento

Todos os anos, em junho, desde 1983, a cidade de Campina Grande apresenta 30 dias consecutivos de festa: é O Maior São João do Mundo. A cidade recebe uma quantidade gigante de turistas que chegam de todas as regiões do Brasil e do mundo para viver o clima de festa e para dançar forró.

Para a realização do evento, Campina Grande conta com uma ótima infra-estrutura, que faz da festa de São João um mega evento, capaz de atrair e divertir milhares de pessoas. A festa se realiza no Parque do Povo – que seria similar à Vila do Forró em Caruaru – , que mede 42 mil e 500 metros quadrados de área e que se encontra totalmente ornamentado com bandeirolas e fogueiras.

Durante o mês de junho, Campina Grande vira uma grande quadrilha, decorada por todos os lados, desde as zonas rurais da cidade, incluindo os bairros urbanos até chegar no Parque do Povo.

Reduto de violeiros, cordelistas e artistas, a exemplo de Jackson do Pandeiro, Elba Ramalho e Genival Lacerda, a cidade paraibana adota o tradicional forró pé de serra o ano inteiro, ainda mais no mês de junho.

São mais de 480 atrações exibidas durante os 30 dias de São João: 160 trios de forró, 5 ilhas de forró onde se apresentarão mais de 90 atrações e 6 grandes palcos. Só no palco principal passam mais de 70 atrações. Haja fôlego para mais de 500 horas de forró.

Uma curiosidade: na época do racionamento de energia, em 2001, foi que o Parque do Povo incorporou ainda mais o clima de interior, pois a prefeitura de Campina Grande exigiu que todas as barracas usasem candeeiros e lampiões para iluminar os seus estabelecimentos, dentre outras mudanças no evento.

Pirâmide

A Pirâmide é o espaço coberto, que durante as festas juninas ocorre campeonato das quadrilhas das cidades próximas de Campina Grande e onde forrozeiros podem dançar sem se preocupar com as freqüêntes chuvas do inverno, que acontecem em junho.

Expresso do Forró

Dentro da programação do São João se destaca o Expresso do Forró, um passeio de trem que acontece nos fins de semana do evento e que leva seus passageiros da Estação Velha, em Campina, até o distrito de Galante, um belo lugarejo repleto de turistas, onde a animação toma conta das ruas e pavilhões. O trajeto de ida e volta é feito em uma locomotiva toda decorada com motivos juninos, onde em cada vagão se apresenta um autêntico trio de forró. Ao chegarem a Galante os passageiros são recepcionados por quadrilhas juninas e podem se acomodar em pavilhões, onde podem degustar iguarias típicas, ou dançar o forró ao som de várias atrações. A paisagem rural é um convite a um passeio, seja a pé ou de charrete, onde se pode sentir o clima acolhedor da população.

Casamento Coletivo

Além das danças e das festas, o São João de Campina Grande Campina oferece diversas outras atrações: em uma delas, o Parque do Povo virá palco de casamento, durante o dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro, quando são realizadas dezenas de casamentos conjuntos, no Casamento Coletivo. Muitas pessoas sem poder aquisitivo realizam o sonho do casamento em festas com tudo pago pela Prefeitura da cidade. Já no dia de São João, são reservadas as melhores atrações e Campina Grande recebe o estrondo de dezenas de fogos de comemoração, por mais de 10 minutos.

Sítio São João

Um ponto muito importante para visitação turística é o Sítio São João: um cenário rural de 800 metros quadrados, que fica no Arraial Luiz Gonzaga e que reproduz o cotidiano de um sítio do passado no interior nordestino. Ao todo, encontram-se uma Igreja, bodega, uma casa de Mangaio, Casa de Farinha (principal atividade econômica da época) e a casa do morador, que por possuir utensílios e rudimentos utilizados na época, faz o visitante voltar no tempo.

Vila Nova da Rainha

Outro lugar interessante é a reprodução da época que Campina Grande ainda era vila: a “Vila Nova da Rainha“. São 15 casinhas, uma igreja e um coreto, tudo construído em uma arquitetura semelhante a original, onde os turistas podem fazer suas compras de artesanato e confeccionados, produzidos a partir de diversas matérias-primas como madeira, estopa, bucha vegetal, sisal, barro, couro ou tecido. É no pátio das casinhas que acontecem as as tracidionais brincadeiras do pau-de-sebo, corrida de saco, burreata, adivinhações… além das corridas de jegue e da fogueira.

Cidade Cenográfica

Réplica da Catedral de Nossa Senhora da Conceição, durante o dia.

Neste lugar, pode-se ver réplicas de lugares importantes da cidade, formando uma cidade artesanal, como a Catedral de Nossa Senhora da Conceição (18 metros de altura), a primeira igreja de Campina e atual catedral da Cidade. Répicas do Museu Histórico e Geográfico de Campina Grande e do Cassino Eldorado (8,5 m) também podem ser encontradas. Tanto o museu quanto o cassino eram grandes atrações nacionais que se apresentavam na cidade nas décadas de 30 e 50. Até hoje o cassino se encontra na Rua Manuel Pereira de Araújo, na feira Central. Em 2005, fizeram a pavimentação desta área de 2.900 , facilitando as danças, tornando-as mais cômodas.

Ilhas de Forró

Para quem quer dançar muito forró, além dos shows que ocorrem nos 6 palcos, existem 5 Ilhas de Forró distribuídas ao longo do Parque do Povo. Essas ilhas são espaços reservados para danças onde se toca o autêntico forró pé-de-serra. Durante as 30 noites de festas, passam por essas ilhas 90 trios de forró, juntando uma quantidade imensa de pessoas que realmente estão ali para dançar forró de verdade, pois a concentração de forrozeiros é muito grande. As ilhas são palhoças com um espaço relativamente grande, caracterizadas como as palhoças juninas da zona rural.

Fogueira Cenográfica

Fogueira Cenográfica.

A fim de tonar o cenário ainda mais em clima junino, todos os anos monta-se uma fogueira gigante, a Fogueira Cenográfica, dentro do Parque do Povo. São 20 metros de altura e é construída a partir de cola, poliuretano, tecido, dentre outros. Ao ver a fogueira, qualquer um diria que foi feita de madeira, de tão perfeita que foi sua construição.

Dessa vez é na Pirâmide, um espaço aberto e privilegiado pela sua extensão grandiosa, onde os forrozeiros podem dançar bem a vontade sem se preocupar com o espaço. Por aqui passarão 35 atrações.

O Maior São João do Mundo em Números

Fotos

  • Pirâmide Pirâmide do Parque do Povo vista à noite – com o slogan O Maior São João do Mundo iluminado

  • Por dentro da Pirâmide do Parque do Povo em época de São João

Ligações externas

  1. Forró de plástico
  2. Forró
  3. O Forró e o Plástico
  4. Um papo sobre forrós de plástico, cultura e pseudo-intelectuais
  5. Forró de Plástico. Lixo Made in Nordeste
  6. João Gonçalves
  7. Biliu de Campina
  8. Marinês
  9. The Beatles
  10. Luiz Gonzaga
  11. O Maior São João do Mundo
  12. Jabá
  13. 100 Maiores Músicas Brasileiras
  14. Direitos humanos
  15. Declaração Universal dos Direitos Humanos
  16. John Lennon
  17. Cultura de paz
  18. Aung San Suu Kyi
  19. Chico Xavier
  20. Harvey Milk
  21. Mahatma Gandhi
  22. Zilda Arns
  23. Madre Teresa de Calcutá
  24. Chico Mendes
  25. Nelson Mandela
  26. Margarida Maria Alves
  27. Dorothy Stang
  28. Dalai Lama
  29. The U.S. vs. John Lennon
  30. Paz
  31. Nobel da Paz
  32. A música dos valores perdidos – “TEM RAPARIGA AÍ?”
  33. Portal: Campina Grande
  34. Campina Grande
  35. O Maior São João do Mundo
  36. Carnaval
  37. 20° Encontro da Nova Consciência – PROGRAMAÇÃO COMPLETA 2011
  38. Saravá, Dom Pelé! – 19° Encontro da Nova Consciência
  39. Sala de imprensa – 20° Encontro da Nova Consciência (2011)
  40. Como Chegar ao Encontro da Nova Consciência – MAPA DA CIDADE
  41. Festival de Inverno de Campina Grande
  42. SESC Paraíba
  43. Encontro da Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  44. Museu de Luiz Gonzaga
  45. Teatro Municipal Severino Cabral
  46. A Nova Era e a Nova Ordem Mundial – no Fantástico!
  47. Encontro Para a Nova Consciência – Exemplo Maior de Amor, Tolerância, Fraternidade, Sabedoria e Democracia
  48. História de Campina Grande
  49. O Encontro da Consciência Cristã é mesmo exemplo de uma Consciência Cristã?
  50. Evangélicos em Crise: Escândalos na igreja institucional
  51. Estado laico – por Leonardo Boff
  52. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  53. Qual é a idéia mais perigosa na religião?
  54. “Cuidado com os burros motivados” – Roberto Shinyashiki
  55. Pela Paz no Tibet
  56. O Evangelho Segundo São Dawkins
  57. PARE DE USAR SACOS PLÁSTICOS! Salve a Natureza!
  58. A Ciência e a Fé
  59. Cartografia da saudade
  60. Ciência, fé e credulidade excessiva
  61. Nehemias Marien – Carta de Eglé Marien (vídeo)
  62. O semeador de Idéias – Fritjof Capra
  63. CAMPINA GRANDE NÃO PODE SER UMA NOVA SALEM
  64. ESCOLHENDO O FUTURO (Edmundo Gaudêncio)
  65. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  66. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  67. O que é holístico?
  68. O Cristianismo e a Nova Consciência
  69. CONTATOS e COMO ACHAR O EVENTO
  70. PATROCINE o Encontro da Nova Consciência
  71. Canal de Vídeos – Encontro da Nova Consciência
  72. NOVA CONSCIÊNCIA – CURSOS, VIVÊNCIAS e OFICINAS (2011)
  73. O que é o Encontro da Nova Consciência?
  74. ABUSOS de alguns líderes EVANGÉLICOS – Revista Época
  75. A Lua, O Papa, O Diabo e uma Nova Consciência
  76. Ser Gay é UM DIREITO e não uma opção! – Seja a favor do PLC 122/2006
  77. Lavagem Cerebral – Saiba como funciona e mantenha-se à salvo
  78. Criacionismo X Charles Darwin (Evolução) – Crer é igual a ver?
  79. “EU SOU O CAMINHO, A VERDADE, A VIDA” – Uma análise das representações sociais que os evangélicos fazem sobre os adeptos da Nova Era.
  80. Freedom From Religion Foundation – pela separação entre a Igreja e o Estado
  81. Anticalvinismo brasileiro: A expansão negativa da Teologia da Prosperidade
  82. O Conflito da Paz: A disputa de Saberes e Poderes no Encontro da Nova Consciencia
  83. DEMONIZAÇÃO E INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
  84. Manifesto de uma nova consciência (Blog Consciência Eferverscente)
  85. Severn Suzuki – Eco 92. O discurso que calou o mundo (vídeo)
  86. Dois pensamentos que não creem na existência de Deus
  87. Processos de Reciclagem de plásticos – Reciclar é viver!
  88. John Lennon e a Cultura de Paz
  89. Quanto custa salvar a natureza ? (Revista Planeta)
  90. Fundamentalismo Cristão
  91. Breve diálogo entre o teólogo brasileiro Leonardo Boff e Dalai Lama
  92. O Cristianismo e a Nova Consciência – Marcelo Barros
  93. As Falácias da Reversão Sexual – HOMOFOBIA
  94. A Biblioteca de Alexandria – Carl Sagan
  95. A EDUCAÇÃO HOLÍSTICA PARA A PAZ – Pierre Weil
  96. Serenões: Consciências Superevoluídas
  97. Revista Almanaque Brasil valoriza o Encontro da Nova Consciência
  98. Homofobia – Não te deitarás com varão, como se fosse mulher; abominação é. (Levítico 18.22)
  99. Nova Iorque recordou John Lennon juntando centenas de pessoas no Central Park
  100. Polêmica – “Não acreditar em Deus é um atalho para a felicidade”
  101. A Terra em Miniatura (The Miniature Earth)
  102. Frei Beto: A Bíblia e os gays – Líder católico defende PLC 122
  103. Professora Amanda Gurgel silencia secretária da Educação e deputados
  104. Brasil sobe nove posições e ultrapassa EUA em ranking global da paz
  105. Pelo fim dos preconceitos no Brasil – Carlos Ayres Britto
  106. Mentes Brilhantes em busca da Nova Consciência
  107. A importância do Estado Laico na garantia dos direitos fundamentais de minorias
  108. Encontro para a Nova Consciência: A Grande Celebração Brasileira da Diversidade!
  109. Lista dos Ilustres Palestrantes da Paz – Nova Consciência
  110. A verdadeira jihad – E o XV Encontro da Nova Consciência
  111. Salve o bloco da nova conciência – Fogo Intolerante
  112. ENTREVISTA COM NEHEMIAS MARIEN: O PASTOR QUE ACEITA O ESPIRITISMO
  113. Encontro da Nova Consciência